terça-feira, 8 de dezembro de 2009

À saudade

Saudade tem sabor de guarda chuva molhado que amarra a boca em dia de ressaca.
É cachaça, penetra no corpo e faz transpirar
Se for das “marditas”, te fará suar em bicas
Tem o peso do seu corpo sobre o meu
Dói como seus dentes mastigando a minha boca
Tem o contorno do seu ombro que me escapa no vazio
A saudade faz dos meus sonhos pau-de-arara. Eu grito por liberdade, mas ninguém me escuta. Nada toca mais alto do que os Beatles que nos embalam
A saudade fede a solidão
A solidão é de quem fica

6 comentários:

Gabi disse...

A saudade faz com que você escreva belos textos. =)

Mill disse...

a Saudade lembra que o passado vale a pena... vamos transformar o futuro em momentos dignos de saudosismos

Lindo texto hermana

Celebre a Vida !!! disse...

saudade é o amor que fica......e eu tô morrendo de saudades de vc...beijão

SJR disse...

A saudade, a saudade é coisa gostosa, porque faz a gente lembrar que gosta de alguem e da mais vontade de ficar perto desse alguem. E eu tenho saudades da Crauuuuuu

Maria Rita disse...

SAUDADE! Palavra simples de dizer, porem dificil de traduzir...

Mas voce CLAU, consegue!

Beijao

fabiana disse...

Tata! Eu conheço tanta gente pela sua optica. Vc é realmente uma máquina fotografica ambulante e vai captando aquilo que a gente por mais que se esforce,não consegue captar.
Eu ja conhecia o Salin pelos teus relatos mas cada post teu nos leva pra algo muito profundo e muito simples também.
Eu já falei vamos reunir tudo isso num livro...
Bjo