quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Diálogo

Andava distraída na tarde de Inverno. Pensava naquele mínimo gesto, lutava para que ele não me escapasse. Inútil, resta a sensação. Até que uma imagem, entre frestas, de um pequeno portão me chamou atenção. Avistei a eternidade.

A Eternidade fica bem ali, na esquina da Cardeal com a Henrique Schaumann. De lá, só ouço o silêncio.
Foi lá que, há muito tempo, Maria escreveu:
“O nino, meu esposo,
meu guia e motivo eterno
de minha saudade e de meu pranto”
Em mim, a passagem do gesto. Um samba, dois pra lá, dois pra cá - e o espaço entre nós, um movimento simples - minha mão levada ao teu peito e, em seguida, ao teu pescoço, dizia: te quero mais perto.
O dia de Maria chegou e alguém escreveu:
“Aqui, repousa Maria ao lado de seu amado esposo...”
O tempo foi contínuo em Maria, feito a representação de um homem que busca incessantemente o beijo de sua amada. O Amor ali, no Silêncio, Concretizado, desafia o sol, a chuva, o vento e a corrosão...
No meu instante, a beleza é um lance, feito minha mão sobre teu pescoço - uma borboleta com dias contados...
Neste momento, Maria, Nino e o Amor estão em algum lugar, que só a Eternidade pode nos contar...

11 comentários:

carola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
carola disse...

y de repente un susto de leveza, de contacto con un gesto, que de tan mínino es básico. adoro poder recorrer los barsiles por tus ojos...y hoy en tu homenaje estas simples palabras uruguayas...
adorei e te adoro lindona

Mill disse...

Lindo Hermana, lindissimo texto e lidissima construção da ideia.... Tive o prazer de vê la inacabada ainda e sua cabeça, agora vejo ja com massa fina e ficou perfeita....

Me lembra muito "conversa de botas batidas".... talvez uma continuação daquela ideia, porém nascendo de uma maneira totalmente original....

Parabens pela sensibilidade hermana

Um beijo querida

João Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Pedro disse...

Oi Clau!!
Muito bom o texto.
Desculpe a falta de inspiração para o meu comentário de hoje.
Beijos beijos

Giana disse...

Clau....quanta inspiração hein menina ????ficou perfeito, ótimo, lindo....PARABÉNS COM ESTRELINHA....rsrsrsrs...Super beijo

Rafaela disse...

Tantas coisas passam pela minha cabeça depois desse texto, que nem sei dizer...
Só sei que é pelo menos muito bom ver que no meio deste mundo hostil tem mais uma que pára para apreciar uma eternidade. Maravilha! =)

E claro que você pode pôr a birra em compota por aqui. E, digo mais, será um enorme prazer. =)
Até a próxima!

Nancy F. disse...

Que fofo! rss
Vc é uma fofa!

Parabéns pelo texto!

Ah sim.... Cardeal e Henrique Schaumann eu conheço!

Bjão

markvasco2 disse...

Fazendo um comentáriozinho...
Nossa! Inspirador! rsrs....

Anônimo disse...

Sou eu a érica miga!Eu amei sua página,gostaria q vc escrevesse mais.Este primeiro,eu adorei a imagem tb,lembram as estátuas gregas...aquelas tragédias...muito romântico,texto realista e triste...Bem,perdão por não comentar inteligentemente como vc escreve caríssima autora,mas saiba q te admiro muito e desejo ler mais dos seus textos!B_jins

SJR disse...

Craaaaaaaaaaaaaaaau
Sem muitas inspirações pra deixar um recadinho... diferente de voce né? sempre linda e inspirada!!Mas vou deixar meu oi semanal aqui, sempre acompanhando ;)
beijossssssssssss